Tinta da China recupera poema clandestino de Guerra Junqueiro

«Torre de Babel ou a Porra do Soriano», de Guerra Junqueiro, e «Aventuras Galantes», de Rabelais, são as mais recentes obras da colecção Livros Licenciosos da Tinta da China.

Conforme revela a editora, «Torre de Babel ou a Porra do Soriano» é um poema de Guerra Junqueiro “publicado em edições clandestinas e à revelia do autor desde 1882” e dá a conhecer a história de Pedro Soriano, “um dos mais famosos patifes do século XIX, conhecido e badalado devido ao seu descomunal membro viril”.

“Inicialmente, o poeta mostrou-se incrédulo, mas, tirando as dúvidas pela observação directa, pasmou e terá exclamado que semelhante instrumento merecia ser cantado num poema.

Note-se que Junqueiro nunca permitiu que o poema, fruto de um repentismo ditado por abundantes libações, fosse publicado, mas os amigos que o ouviram fixaram-no e depois surgiram várias edições clandestinas, passando a ser a obra mais rara e cobiçada de Guerra Junqueiro”, conta a Tinta da China.

No caso de «Aventuras Galantes», a editora explica que se trata de “uma selecção dos lúbricos e divertidos contos de Rabelais, o mais célebre autor de literatura clandestina do século XIX”.

 

Quer passar a receber os artigos da Ave Rara no seu e-mail? É simples, inscreva-se na newsletter, no lado direito desta página.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: