Sophia de Mello Breyner eternizada no Jardim Botânico do Porto

O Jardim dos Jotas, no Jardim Botânico do Porto, vai inaugurar este domingo, dia 6 de Novembro, um busto de Sophia de Mello Breyner, numa iniciativa conjunta da Universidade do Porto (UP) e da família da poetisa, em colaboração com a Fundação Engenheiro António de Almeida.

Conforme revela a UP, “sete anos após a morte de Sophia, a universidade presta assim homenagem a um dos maiores vultos da cultura portuguesa do século XX, cuja vida e obra estão desde sempre associados ao espaço sobre o qual se ergue hoje o Jardim Botânico.

Afinal, grande parte da infância e adolescência da escritora foi passada a percorrer os trilhos da antiga Quinta do Campo Alegre, pertença do avô, João Henrique Andresen Júnior, até meados do século XX.

De resto, foi também na Quinta do Campo Alegre que Sophia de Mello Breyner terá tido o primeiro contacto com a poesia. Tudo aconteceu numa festa de Natal onde uma criada dos Andresen, desgostosa por ver Sophia – então com três anos – excluída de um espetáculo protagonizado pelas crianças da família, ensinou-a a recitar «A Nau Catrineta»”, explica a mesma fonte.

 

Quer passar a receber os artigos da Ave Rara no seu e-mail? É simples, inscreva-se na newsletter, no lado direito desta página.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: